Por que monitorar o comportamento dos motoristas nas estradas?

Por Bruna Thayná em 11 de março de 2020

O transporte é imprescindível para a infraestrutura e economia de um determinado local, sendo um dos grandes produtores do PIB do país, se consolida como um setor de fundamental importância. A logística no transporte se desdobra em inúmeros segmentos, buscando sempre eficiência e segurança para todo o setor. Desta forma, o monitoramento do motorista nas estradas se torna um grande aliado para gestores de frotas, pois o comportamento do condutor impacta diretamente a segurança do mesmo, da carga ou dos passageiros. 

Cerca de 90% dos acidentes ocorrem por falhas humanas. O uso do celular, a desatenção, frenagens e aceleradas bruscas e o excesso de velocidade são algumas das principais causas de acidentes tornando os condutores dos veículos vítimas e agentes motivadores. Uma frota monitorada por câmeras te permite saber todos os dados e informações durante o percurso, possibilitando aos gestores verificarem todas as etapas da viagem, o devido cumprimento das escalas e se há algum contratempo ou inconformidade. Muitas das vezes que há inconformidades e a operação é prejudicada, inúmeras resultantes negativas surgem: desvio de rota, gasto excedente em combustível, danificação do veículo ou da carga, roubos/furto de combustível, má conduta do motorista e diversas outras resultantes.

A redução de impactos negativos ocorre quando você pode, com a ajuda da tecnologia, saber o que acontece durante o percurso de fretamento, viagens e entregas. Isso possibilita segurança e maior eficiência na gestão da sua frota e simultaneamente para seus clientes e usuários. Outro fator benéfico é a redução de custos, devido a economia de combustível utilizando o G-Sensor acoplado ao DVR, o cumprimento de leis de trânsito e legislação evitando multas/infrações e a direção moderada preservando peças e o motor, prolongando a vida útil dos veículo além de preservar a vida de quem trafega nas estradas.

A necessidade do monitoramento do comportamento dos motoristas é importante e se consolida também pela lei. Se mostra eficiente e necessário, trazendo consigo inúmeros benefícios para gestores, clientes, usuários e motoristas com mais segurança de forma ágil e prática e evitando assim prejuízos e situações desnecessárias.

Telemetria embarcada, o que é? Quais são os benefícios?

Por Bruna Thayná em 18 de fevereiro de 2020

Telemetria embarcada ou telemetria veicular é um sistema destinado ao controle e gerenciamento logístico do veículo através da medição de dados e a sua transmissão remota para uma central de monitoramento. Os gestores de frotas, necessitam de ferramentas capazes de fornecer informações seguras e precisas para maior controle, eficiência e segurança da frota. Para que o sistema seja efetivado, são instalados dispositivos (aparelhos GPS Auttran) nos veículos. Estes equipamentos permitem o monitoramento e a transmissão de diversas informações sobre determinado veículo em tempo real.

Quais são os benefícios de instalar esse equipamento em minha frota?

Além de propiciar segurança, o sistema de Telemetria permite a coleta de ocorrências durante o trajeto, como a quantidade de frenagens bruscas e acelerações exageradas, possibilitando que os dados coletados sejam armazenados e submetidos a análise, o que concede aos gestores o monitoramento do desempenho dos colaboradores.

O sistema de Telemetria visa acompanhar o trajeto do veículo, a conduta do motorista, rotas desviadas, estado da frota, entre outros, transmitindo assim, os dados coletados para a central de monitoramento. Na central de monitoramento é feito o controle das informações, podendo verificar se há algum problema com a frota. Dessa forma, possíveis problemas
podem ser solucionados com agilidade, tornando assim o fretamento mais preciso e seguro.

Transoft em São Paulo? Entenda!

Por Eduardo Hammerschmidt em 25 de outubro de 2018

Inauguramos recentemente, no dia 10 de Outubro, a sede Transoft em São Paulo localizada na Avenida das Nações no prédio Landmark.

Mas por quê abrir uma sede em São Paulo?
Desde o ano de 2016 a Transoft vem ganhando participação estratégica no estado de São Paulo. Este movimento acontece, principalmente, por causa do nosso software Transnet! Agora mais maduro e eficiente, contribuiu para ganharmos cada vez mais espaço no mercado paulista.

As outras soluções que a Transoft oferece, como câmeras embarcadas com download automático de imagens, GPS e Monitoramento, Serviço de Compra e Venda de auto-peças também contribuíram para nossa fixação no estado. São Paulo é responsável por mais de 30% da frota brasileira, tanto no ramo de cargas/fretamento como no de passageiros.

A abertura dessa nova sede é um marco na história da Transoft e só conseguimos chegar aonde estamos graças aos nossos colaboradores super-capacitados e aos nossos clientes, que acreditaram em nossa trajetória e confiaram em nosso produto.

Estamos escalando nosso time em São Paulo e já contamos com um Gestor Administrativo (Danielle Hammerschmidt está responsável pela unidade), Setor Comercial (Transoft, TecnoMobile) e Suporte para atender as necessidades da região e proximidades.

Abaixo um vídeo que fizemos para agradecer à todos que estão fazendo parte dessa história!

E o nosso MUITO OBRIGADO!

 

Base de Conhecimento do Transnet

Por Eduardo Hammerschmidt em 14 de agosto de 2018

O software TransNet possui tantas funcionalidades embutidas em seus módulos operacionais que às vezes fica complicado para o usuário dominar todas elas. Realmente, é muita informação para ser assimilada e dependendo de quantos módulos você administra fica quase impossível lembrar todas “de cabeça”.

Por este motivo, a Transoft criou a Base de Conhecimento do Transnet. É uma plataforma online (localizada neste mesmo site) aonde é possível tirar dúvidas refentes à todos os módulos vigentes em sua empresa, de forma fácil e intuitiva. No campo BUSCA você pode digitar a palavra referente à dúvida, sem que necessariamente saiba o nome do módulo. Foi criado também um ranking de perguntas frequentes dos usuários, para auxiliar na busca rápida da solução de sua dúvida. Ao lado direito da página, temos todas as categorias (Abastecimento, Cadastro, Folha de pagamento…) que o software abriga, com as respectivas perguntas e respostas sobre diversos temas que abrangem esses módulos.

Como acessar a Base de Conhecimento?

Para ter acesso é necessário que o IP da sua empresa esteja cadastrado no nosso banco de dados. Para cadastra-lo basta entrar em contato com a Transoft (Central de Atendimento) e solicitar o acesso à Base de Conhecimento. Todos os usuários, que estiverem na rede do IP cadastrado, terão acesso livre à Base. Após a realização desse passo, digite em sua URL: base.transoft.com.br .

Pronto! Você terá acesso à todas as informações necessárias para tirar dúvidas e fazer um ótimo uso do sistema.

Ficou em dúvida? Siga os passos.

  • Entre em contato com a Central de Atendimento da Transoft (61) 3034-4748
  • Solicite ao suporte que cadastre o IP de sua empresa
  • Aguarde até o cadastro ser efetivado
  • Digite em sua URL: base.transoft.com.br
  • Tenha acesso à todo o conteúdo!

* A Base de Conhecimento tem a missão de solucionar frequentes dúvidas dos usuários sobre os mais diversos assuntos e estamos construindo isto juntos. Pedimos a colaboração dos clientes em solicitar este cadastro e acesso para enriquecermos ainda mais nossa base. Contem com a gente!

Central de Atendimento: (61) 3034-4748

Transoft nas núvens!

Por Eduardo Hammerschmidt em 20 de julho de 2018

O montanhismo é um conceito relativamente novo e está ligado diretamente ao conjunto de atividades realizadas em montanha. No âmbito esportivo, somente é considerado um praticante caso suba montanhas de porte “médio” com até 2.500metros de altitude. No Brasil, existem mais de 10 montanhas que estão àcima dos 2.500m necessários para que sejam consideradas médias, e são estas: Pedra do Sina de Itatiaia (2.670m de altitude), Morro do Couto (2.680m de altitude), Monte Roraima (2.734m de altitude) e diversas outras chegando até quase 3.000m de altitude com o famoso Pico da Neblina.

A equipe Boinas Verdes (@boinasverdessobrevivencialismo) leva turistas e praticantes de Trekking para escalar estes picos! O curso tem duração de um dia, com direito à dormir na montanha e fogueira com petiscos. São ensinadas técnicas de trekking, sobrevivência na mata, utilização de bússolas, orientação pelo sol, obtenção de fogo através de equipamentos rústicos, enfim, é o amor pela natureza e pela mãe mantiqueira traduzido em ações!

O líder da equipe Ricardo Oliveira (@ricardo.oliveira.b.v), conduz toda a atividade de grupo. É experiente em Trekking e já esteve em diversas montanhas do Brasil e dedica sua vida ensinando como vencê-la.

Em suas últimas escaladas, Ricardo e a equipe Boinas Verdes fizeram uma homenagem para a Transoft levando nossa bandeira até o 4º morro mais alto do Brasil, o Morro do Couto.

Ricardo de Oliveira sobe no 4º morro mais alto do Brasil: Morro do Couto. (2018)

Parabéns ao Ricardo (@ricardo.oliveira.b.v) e toda a equipe Boinas Verdes (@boinasverdessobrevivencialismo) pelo profissionalismo e dedicação ao trabalho. Essas são qualidades que a Transoft respeita e admira. Obrigado!

Incentivo ao Esporte

Por Marketing Transoft em 23 de Maio de 2018

A Transoft sabe da importância de se levar uma vida saudável. O bem-estar está diretamente ligado à sua auto-estima, disposição e perspectiva de vida!
A prática de esportes promove inúmeros benefícios, como redução dos riscos de doenças, melhora na formação do corpo, diminuição do estresse e do nível de ansiedade, melhora da coordenação motora, proteção dos ossos e das articulações, e manutenção de uma vida saudável.
E é com este pensamento que a Transoft incentiva esportistas de diferentes modalidades, diferentes idades e diferentes batalhas.
Tudo teve início em 2013 quando o atleta ultramaratonista Marcos Paulo Espírito Santo, de 40 anos, teve o primeiro contato com a Transoft.

Marcos Paulo Espírito Santo
Marcos Paulo Espírito Santo

Um ultramaratonista é capaz de correr mais de 42km (limite mínimo para que comece a ser considerado ultramaratona) em uma única prova. MP, como é conhecido, participou de inúmeras provas no Brasil, sendo uma delas a Volta ao Lago Caixa 2017 em Brasília com um percurso de 100km! Já correu também no campeonato mundial IAU World Championships 100km em Winschoten, na Holanda. Em 2016, teve uma participação no Qatar.

Guilherme Costa é um atleta paralímpico de tênis de mesa com apenas 26 anos. Convocado para a Seleção Brasileira de Tênis de Mesa em 2010 (CBTM), participou de inúmeros campeonatos nacionais e internacionais defendendo o Brasil e colecionando medalhas!
Subiu no pódio em 2016 nas Paraolimpíadas do Rio de Janeiro, trazendo a medalha de Bronze para a equipe brasileira!

Guilherme Costa e Alexsander Hammerschmidt
Guilherme Costa e Alexander Hammerschmidt

Guilherme é um ótimo jogador de tênis de mesa e também tem sensibilidade para outras áreas profissionais.
Em 2017 o jogador promoveu uma palestra motivacional para toda a equipe Transoft abordando temas como motivação, liderança, foco e principalmente fé.

Estes atletas são munidos de muita garra, luta, força de vontade e dedicação. São atributos defendidos e incentivados pela Transoft Tecnologia Ltda.

Incentivar é mais que patrocinar, é estar junto!